Cinemark do West Plaza se prepara para inaugurar

Depois de quase uma década prometendo novas salas de cinema, o complexo Cinemark no Shopping West Plaza finalmente entra na etapa final das obras.

O complexo terá sete salas, sendo uma delas XD – o formato de tela grande da exibidora americana – e uma no luxuoso padrão Cinemark Prime.

Segundo informações, o Cinemark inaugura entre meados e o fim do mês de julho.

Atualização: A inauguração está prevista para o dia 11 de agosto. Vamos acompanhar.

Atualização 2: O cinema deve inaugurar no entre os dias 22 e 24 de Setembro.

Primeiro McDonald’s com novo modelo interativo abre em Julho

Há pouco mais de um ano o McDonald’s anunciou que traria ao Brasil um novo modelo de loja interativa e com atendimento diferenciado, na unidade da Av Henrique Schaumann em São Paulo.

O modelo já foi adotado em diversos países e em geral consiste de totens onde o cliente pode fazer o pedido, que é entregue na mesa.
Existe a dúvida se a possibilidade de customização dos lanches será possível por aqui – essa era uma das grandes novidades do novo modelo do McDonald’s, mas já foi descontinuada no mercado americano. Espero que resolvam testar por aqui…

A inauguração do novo modelo estava previsto para Março mas atrasou um tanto… Depois de vários meses com a loja parcialmente em obras, a unidade fechou para a etapa mais intensa das obras e deve reinaugurar no dia 17 de Julho.

WeWork acelera expansão no Brasil antes mesmo da sua inauguração

A rede americana de coworking WeWork anunciou sua chegada ao Brasil no começo do ano, com um espaço na Avenida Paulista cuja abertura é prevista para o fim de junho.

Mas antes mesmo de inaugurar sua primeira unidade brasileira, a WeWork já anunciou mais duas unidades em São Paulo: Na Faria Lima e uma imensa unidade de seis andares em uma das torre de escritórios do complexo JK Iguatemi.
Além dessas unidades já anunciadas, apuramos que já foi definida a abertura de uma outra unidade paulista na região da Berrini, na torre norte do Centro Empresarial Nações Unidas. Mas a grande novidade é a primeira unidade carioca da rede, na Torre Almirante

 

A onipresença da Renner

Para algumas redes é loucura manter lojas muito próximas. Mas a Renner tem apostado forte nessa estratégia.
A principio existiam apenas casos pontuais como Bourbon e West Plaza, distantes 700 metros entre si.

Mas recentemente várias das inaugurações da Renner em São Paulo foram de lojas “vizinhas”: Morumbi Town com a loja do Jardim Sul logo ali ou um andar inteiro do Pátio Paulista mesmo com uma grande loja de rua na mesma avenida.
E até o fim deste ano abrirão uma grande loja no JK Iguatemi, distante 500 metros de outra loja no Shopping Vila Olímpia.

É caro manter todas essas lojas mas é benéfico para a Renner evitando a expansão da concorrência e expondo sua marca na maior quantidade de locais possíveis – não importa se você prefere local A ou B, acabará trombando com uma Renner.

Para os shoppings é uma faca de dois gumes. Se fosse completamente ruim simplesmente vetariam a loja no mix.
Mas… é uma âncora que ocupa um grande espaço e que dificilmente desocupará a área.
Em shoppings pequenos ou com vacância muito baixa, impossibilita a aberta de operações mais interessantes – se uma loja de departamentos resolve abrir no país, que espaços vai encontrar?
É difícil criticar shoppings evitando a vacância de um grande espaço, mas me parece pouco ambicioso comprometer espaços com tanto potencial para abrir uma loja que já existe nas proximidades do shopping.
Acaba sendo ruim para o consumidor, que pode ter a impressão de uma grande variedade de lojas mas acaba não tendo uma boa diversidade de opções.

Próximo destino da Apple Store: Brasília?

Surgiu uma série de vagas de empregos relacionadas à Apple Store no LinkedIn marcando a capital nacional como localização.

Considerando as vagas estão no ar desde o começo do ano mas ainda assim Brasília ainda não aparece no site de empregos da própria Apple, pode se tratar meramente de um erro no Linkedin.

Mas talvez essa seja uma das duas lojas que a Apple teoricamente está planejando abrir no Brasil. E considerando as duas já abertas, fica fácil apostar que ela ficaria no ParkShopping da Multiplan.

 

Wendy’s começa expansão no Brasil

Com apenas duas lojas na região da Vila Olímpia, a rede de fast food americana Wendy’s começa a expandir sua operação pela cidade – já anunciou a abertura de lojas no Shopping West Plaza e Aricanduva.

É um passo importante para a rede, que começa a operar um formato menor de loja e mais fácil de expandir. Ainda não existe previsão de inauguração dessas lojas ou expansão além de São Paulo, mas é bastante provável que uma unidade no interior paulista esteja à caminho.

Le Botteghe di Leonardo abrirá sua primeira loja fora de SP

A charmosa sorveteria italiana Le Botteghe di Leonardo, que conta com quatro lojas em São Paulo, está se preparando para abrir a primeira filial fora do estado, que ficará no Shopping VillageMall, na Rio de Janeiro.

Como a marca é bem conhecida por suas lojas de rua aconchegantes, que contam com produtos até para os animais de estimação dos clientes, abrir em um shopping pode parecer um pouco estranho mas faz todo o sentido na Barra da Tijuca – mesmo caso da loja de Alphaville, também enclausurada em um shopping.

A loja ainda não tem data prevista para inauguração, mas já conta com seu espaço reservado no shopping de luxo carioca.

Além dessa, a Botteghe inaugurou hoje um carrinho no Shopping Light, no centro de São Paulo.

TGI Friday’s chega para o aniversário de São Paulo

O T.G.I. Friday’s finalmente anunciou a data de inauguração da sua primeira loja no Brasil – a rede pretende abrir sua filial no Itaim Bibi no dia 25 de Janeiro, aniversário da cidade de São Paulo.

A primeira unidade neste retorno da rede ao país ficará na Avenida Cidade Jardim, 56.

Sephora chegará com força ao Nordeste

Simultaneamente, a Sephora começou as obras de suas lojas em Recife – no Shopping RioMar – e no Salvador Shopping na capital baiana.

A previsão é que as lojas abram no final de março ou começo de abril.

Além das duas capitais, Fortaleza também deve ganhar uma operação da marca, mas por enquanto apenas um quiosque.

Não foi anunciado o shopping que receberá a Sephora, mas como RioMar Recife e Salvador Shopping são do Grupo JCPM, dono no RioMar Fortaleza…..

Starbucks promete, mais uma vez, sair do eixo Rio-São Paulo

IMG_2015-05-05 12:19:03

Não é de hoje que a Starbucks declara a intenção de expandir pelo Brasil todo…
Em 2007, se falava em Belo Horizonte e Brasília antes do Rio de Janeiro.
Em 2015, voltou a se falar em expansão nacional citando Brasília, Curitiba, Porto Alegre e Salvador como alvos
Em 2016, a Starbucks não inaugurou sequer uma loja no Brasil.

Mas 2017 começou com uma entrevista do Ricardo Rinkevicius, ex-Le Pain Quotidien que assumiu o controle da Starbucks Brasil em 2016, declarando os planos de expansão da rede.

E mais uma vez se fala na ida da rede para além dos horizontes de RJ e SP, que deve começar por Brasília, Curitiba e Belo Horizonte.
É difícil saber se essa é a ordem das cidades que receberão a cafeteria americana, mas acredito bastante que Brasília seja a primeira numa tentativa de conter a expansão da rival Dunkin Donuts na cidade.
Segundo a reportagem, a meta é de abrir cerca de 64 lojas por ano até 2020. Nesse ritmo a rede, que hoje tem 103 lojas, triplicaria de tamanho.

Para ajudar na expansão a Starbucks pretende abrir lojas em estradas, começando pelo caminho entre São Paulo e Campinas.
Fica a dúvida se essa é uma retomada do formato de lojas com drive-thru, que teve uma unidade de vida bem curta em Alphaville.
Também existe a possibilidade das unidades ficarem dentro de lojas como as da rede Frango Assado.

Se fala também na abertura de lojas em estádios de futebol – começando pela Arena Corinthians – e em supermercados, o que faz bastante sentido considerando a presença da rede em faculdades e hospitais.
A parceria para abrir lojas em supermercados é a mais curiosa: Não só o nome da rede parceira ainda é sigilo como a intenção não é de abrir lojas na praça de alimentação ou galeria de lojas dos mercados, mas sim dentro da área de vendas do supermercado.

Para 2018 a Starbucks pretende abrir lojas com o selo Reserve, que vendem alguns grãos diferenciados do padrão da rede e geralmente oferecem métodos de preparo mais sofisticados como a Clover, uma máquina automática de café filtrado que prepara a bebida num método semelhante à AeroPress.

Só não se pode confundir esse tipo de loja com a “Starbucks Reserve Roastery and Tasting Room”, uma megaloja que também leva o selo Reserve mas que faz a torrefação dos grãos no próprio local e oferece microlotes de café especial, de forma parecida com vários cafés independentes.